Tem 22 volumes publicados, compilado em um Livro Grande, conforme pedido de Jesus. Temos divulgadores em vários países: Brasil, Argentina, Bolívia, EUA, Uruguai, Paraguai, Suíça, Portugal, Canadá, Alemanha, Japão, França, Itália, Espanha.

Em 1992, Deus concede a sua Assinatura; em 2000, Nossa Senhora promete um presente de Natal, não dado pelo homem, mas sim dado pelo Céu; e no dia 6 de janeiro de 2001, os Anjos estamparam na Capela a Sagrada Face de Jesus, esse sinal chamou a atenção do cientista Dr. José Humberto Cardoso Rezende, que fez questão de analisar o milagre, e relatou 23 itens, que testemunhou e deu fé. Hoje já foram publicadas mais de 3.300 mensagens.

Mais informações: Central Administrativa d’A Palavra Viva de Deus.

Rua: Alameda das Araucárias, 225
Praia das Taquaras - Balneário Camboriú - SC - Brasil
CEP 88333-065
Telefone: +55 47 3169-1316 |
www.palavravivadedeus.com.br


Saudações Marianas

05 junho 2012

Festa de Corpus Christi - Origem

Devoção teve origem numa visão de Santa Juliana e Milagre Eucarístico acontecido na Idade Média.



Na Idade Média, os homens tinham uma devoção enlevada pela pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo. Para libertar seu túmulo dos muçulmanos fizeram-se as cruzadas. A história da festa de Corpus Christi tem origem nessa época.  

No final do século XIII surgiu em Lieja, Bélgica, um Movimento Eucarístico cujo centro foi a Abadia de Cornillon, fundada em 1124 pelo Bispo Albero de Lieja. Este movimento deu origem a vários costumes eucarísticos, como por exemplo, a Exposição e Bênção do Santíssimo Sacramento, o uso dos sinos durante a elevação na Missa e a festa do Corpus Christi.

 Visão sobre a devoção ao Santíssimo Sacramento

Visão de Santa Juliana de Mont Cornillon

Santa Juliana
comunicando a visão
 ao futuro Papa Urbano IV.
 
A abadessa Santa Juliana de Mont Cornillon, ardia em desejos de que o Santíssimo Sacramento tivesse uma festa especial. Ela teve uma visão em que a Igreja aparecia como uma lua cheia com uma mancha negra, sinal da ausência da solenidade.


 Santa Juliana comunicou a visão a vários prelados. Entre estes estava o futuro Papa Urbano IV.

Santas Juliana de Mont Cornillon,
 Eva de Liège e
 Isabelle Huy
em adoração diante do
Santíssimo Sacramento
apresentado pela Virgem


O bispo Roberto de Lieja, em 1246, instituiu a celebração na diocese. O exemplo se estendeu especialmente por toda a atual Alemanha.







Milagre Eucarístico de Bolsena
   
Milagre Eucarístico
 
Em 1263, Pedro de Praga, padre alemão, estava celebrando Missa na Igreja de Santa Cristina em Bolsena. Ele tinha, entretendo, sérias dúvidas sobre a realidade da presença de Cristo, na Hóstia consagrada. Assim que ele completou as palavras da Consagração, o Sangue começou a escorrer da Hóstia Consagrada e correr por suas mãos abaixo, sobre o altar e sobre o linho (corporal). Vendo isto, ele interrompeu a Missa e viajou depressa a Orvieto, onde o Papa Urbano IV residia.
Ao ouvir a história dele, o Papa o perdoou por ter dúvidas e enviou os representantes a Bolsena, para investigarem. Paroquianos e outras testemunhas confirmaram a história do padre; e a Hóstia e os linhos manchados estavam lá para todos verem.
 

 

Milagre Eucarístico de Bolsena





Festa de Corpus Christi instituída pelo Papa Urbano IV

 
Santa Juliana recebe
aprovação do
  Papa Urbano IV.

 
A investigação confirmou tudo aquilo que o padre havia relatado. Um ano depois, em agosto 1264, o Papa Urbano IV, instituiu a Festa de Corpus Christi (Corpo de Cristo). Este corporal conserva-se até hoje na basílica de Orvieto - construída especialmente para guardá-lo - onde pode ser visto e venerado pelos fiéis.

Basílica de Orvieto
O Santo Padre movido pelo prodígio, e a pedido de vários bispos, fez com que se estendesse, a festa do Corpus Christi, a toda a Igreja por meio da bula "Transiturus" de 8 setembro do mesmo ano, fixando-a para a quinta-feira depois da oitava de Pentecostes e outorgando muitas indulgências a todos que assistirem a Santa Missa e o ofício.

O Papa Urbano IV encarregou um ofício e a liturgia das horas a São Boaventura e a Santo Tomás de Aquino; mas quando o Pontífice começou a ler em voz alta o ofício feito por Santo Tomás, São Boaventura foi rasgando o seu em pedaços.

A festa foi estendendo-se a toda a Igreja a partir do século XIV.





Quando os protestantes negaram a Presença Real de Nosso Senhor Jesus Cristo na Hóstia consagrada, o Concílio de Trento reforçou o costume e dissipou os contestatários, determinado que fosse celebrado este excelso e adorável sacramento com singular veneração e solenidade; e reverente e honorificamente seja levado em procissão pelas ruas e lugares públicos.




Santa Juliana de Mont Cornillon



Esta devoção foi tão agradavel á Deus,
que atualmente o corpo Santa Juliana de Mont Cornillon
está intacto há mais de 700 anos!
Saiba mais sobre os Santos, cujos corpos estão intactos! click aqui!




Santa Juliana de Mont Cornillon

___________________________________________________________________________

Video da Procissão de Corpus Christi

Realizada no dia 07 de junho de 2007, saindo em procissão do Santuário de Deus Pai, em direção á Igreja da Obediência de Deus Todo Poderoso. Organizada pelos Católicos divulgadores d'A Palavra Viva de Deus. Realizada em Taquaras - Balneário Camboriu - Brasil

Veja também: